>

trança boxeadora

Leia mais

material escolar 2016

Leia mais

closet confidential tag

Leia mais

dicas para 15 anos

Leia mais

MÚSICA: Victor Pradella

Leia mais

Resenha: Em Defesa de Jacob

| |

Oi gente, tudo bem? Finalmente tive um tempinho para postar aqui e decidi falar um pouquinho pra vocês sobre o último livro que eu li, que se chama Em Defesa de Jacob.
Peguei esse livro por indicação de uma professora que o indicou para o Projeto de Leitura da escola. Ele era o mais grosso, mas o escolhi porque me pareceu o mais interessante. Em meio a estudos para provas eu consegui terminar de ler (\o/) e não me arrependi.

Vale dizer, que eu sempre fui a favor de romances, mas esse era diferente, é uma espécie de thriller. Quando eu digo thriller, não quero dizer isso:

Refiro-me a um suspense.

Sem mais delongas, vamos à resenha?

Newton, Massachusetts, era uma cidade tranquila: um lugar perfeito para criar os filhos perfeitos. Porém, ocorre o assassinato de um garoto de 14 anos, Ben Rikfin, e a sensação de segurança dos cidadãos é abalada. 
Quem investiga o caso, é o promotor do local, Andy Barber. Andy é conhecido na cidade e em seu local de trabalho, está trabalha fazendo a justiça há anos e anos. Andy começa a investigar o caso e acha um suspeito, um pedófilo. Porém, continua investigando e percebe que há um suspeito maior: seu filho, Jacob Barber.
Andy é afastado do caso, e vê a cada dia surgirem mais evidências de que o assassino é o garoto que tanto ama. Porém, o homem está disposto a lutar para provar a inocência do filho, mesmo que todas as provas indiquem o contrário.
Isso gera algumas consequências: segredos guardados as 7 chaves são revelados, o relacionamento de Andy com sua mulher, Laurie é abalado.
Andy se vê no impasse de revelar o seu maior segredo, sua descendência de assassinos na família.
Em meio a toda essa situação, Andy se vê no seu maior dilema: Até onde você iria para defender o seu filho?
Eu gostei muito do livro. Em todo o seu enredo, fiquei na dúvida se estava em defesa do réu, ou contra ele. Uma hora compreendia o amor de Andy, outra, pensava: você está cego?
É a primeira vez que li um thriller policial e amei o gênero, essa dúvida de quem é o verdadeiro culpado e a vontade de ler o livro até descobrir é bem atraente.
Não gostei tanto do final, fiquei com a minha incógnita e querendo saber mais (autores, vocês precisam  parar de fazer isso comigo!)

OBS.:Não deu para tirar foto dos meus trechos preferidos, porque peguei o livro na biblioteca da escola. 

Vocês já leram algum livro desse gênero policial? O que acharam da resenha?
Até a próxima, beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário